Arquivo da tag: Yves Béhar

Nivea aposta no verde

O que leva uma marca centenária e consagrada do ramo cosmético a apostar numa repaginada geral? A necessidade de ser atual, sobretudo em sua conciência eco.

Com mais de 100 anos de história, a marca alemã Nivea vai ficar “verde”. Calma, a logo permanecerá azul, com o nome em branco. O que muda é sua linha embalagens. Ganharam formato slim benefícios como o uso de 15% a menos de plástico.

Os tubos ou garrafas ficaram mais leves, o que melhora a complexa logística de entrega dos produtos de uma gigante que é vendida no mundo inteiro.

Mas a matemática é simples. A garrafa mais slim permite que seja armazenada em maior quantidade nas caixas. Com menos caixas, é preciso menos pallets de madeira (aqueles suportes que ficam embaixo das cargas que são transportadas de avião). Menos pallets significam menos viagens de avião. Menos viagens de avião, menos querosene queimada e, portanto, menos CO2 na atmosfera.

Os executivos alemães estimam que a economia será de 12.600 pallets  e 585 toneladas de gás carbônico a menos na nossa atmosfera por ano, já em 2013

E quem propiciou tudo isso? O design! Sim! O design salva e não só enfeita ou embeleza.

A Nivea contratou o escritório do designer suíço Yves Béhar (do Fuseproject) para dar essa repaginada na logotipia e na linha de embalagens da marca. “Se nós pudemos mudar a quantidade de plástico nas garrafas. Se simplificamos a logística. Se pudemos colocar mais garrafas por pallet, então, estamos num mundo melhor”, resumiu Yves.

www.nivea.com.br

www.fuseproject.com

Coca-Cola e Puma: nova era

 

Duas idéias, duas marcas globais, dois problemas solucionados. Ok, não chega a ser notícia, afinal de contas, muita gente já deve ter lido sobre as imagens a seguir. Mas é de se tirar o chapéu essa proposta de nova garrafa pet para a Coca-Cola e de caixa de sapatos sustentável da Puma.

A primeira é resultado do trabalho de um aluno de design de Andrew Kim. Ele criou uma pet dobrável, por assim dizer, que fica 66% menor que as garrafas atuais de refrigerante, ocupa menos espaço, portanto, no armazenamento e distribuição, com vasilhas acopláveis verticalmente quando cheias e que liberam muito menos carbono na atmosfera. O projeto está em estudo pela fabricante de bebidas e pode ser incorporado.

A segunda idéia, está já em prática, vem de Yves Béhar, designer contratado pela Puma que criou esta ótima embalagem para os calçados da marca. Béhar e seu estúdio de design em San Francisco, o Fuseprojectes, decretaram o fim daquelas pilhas de caixa de papelão que sobram em casa (todo mundo tem!) ao desenvolver estas sacolinhas ultra práticas, modernas e, sobretudo sustentáveis.

Béhar e sua turma estudaram e remodelaram todo o processo de produção das embalagens. Em seguida, confeccionaram 10 milhões das novas caixas e o resultado foi a redução em 60% nos níveis de água, energia e diesel consumidos, 8.5 mil toneladas a menos de papel usado nas caixas tradicionais, 20 milhões de megajoules economizados em energia, 1 milhão de litros de água e outro 1 milhão de diesel também economizados e fora a reutilização das sacolinhas em diversos usos, retendo a necessidade de se utilizar as sacolas plásticas comuns.

Duas idéias, dois problemas a menos e o planeta agradece.

puma.com

fuseproject.com